2 de novembro de 2021

TSE aperta o cerco para impedir fraudes e fake news de Bolsonaro na campanha eleitoral de 2022

 




247 - O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) apertou o cerco contra o bolsonarismo e tomou decisões nos últimos dias que visam evitar a disseminação de fake news e preparar o tribunal para as eleições de 2022.

O TSE reconheceu que a chapa Bolsonaro-Mourão cometeu crimes eleitorais em 2018, mas não cassou a chapa alegando "falta de provas". Para firmar a nova jurisprudência, o corte eleitoral decidiu cassar o deputado estadual bolsonarista Fernando Francischini (PSL-PR) por ter acusado falsamente a existência de fraude nas urnas eletrônicas, Na ocasião ele disse que as urnas foram adulteradas para prejudicar Jair Bolsonaro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estamos aguardando seu comentário