31 de outubro de 2021

Bolsonaro acaba com o Programa Bolsa Família

 

A Caixa Econômica Federal pagou para 1,4 milhão de famílias, nesta última sexta-feira (29), a última parcela do Bolsa Família, extinto pelo presidente Jair Bolsonaro, após 18 anos de vigência. Criado em 2003 pelo governo petista, com a junção de vários benefícios sociais, programa já foi considerado uma referência internacional. Será sucedido pelo Auxílio Brasil.


O novo programa de transferência de renda foi criado por medida provisória (MP), que ainda não foi aprovada pelo Congresso Nacional, mas tem força de lei. A MP traz apenas as linhas gerais do Auxílio Brasil, sem abordar recursos orçamentários.

Para pavimentar o caminho das eleições, Bolsonaro quer pagar benefício mínimo de R$ 400 para todas as famílias, mas enfrenta dificuldades no Congresso para aprovar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que adia o pagamento de precatórios, sentenças judiciais contra a União transitadas em julgado, e abre no orçamento para ampliação de gastos em 2022.

A Caixa também credita a última parcela do Auxílio Emergencial para os trabalhadores que estão fora do Bolsa Família nesse domingo. O cronograma de pagamento termina em 19 de novembro, com a autorização para os saques. O benefício varia entre R$ 150, R$ 250 e R$ 375. O Ministério da Cidadania informou que o Auxílio Emergencial acabará e não será renovado 
.
Midia Ninja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estamos aguardando seu comentário