16 de julho de 2021

Voto impresso proposto por Bolsonaro pode ser derrubado hoje na Câmara dos Deputados



 247 - Na tarde desta quinta-feira (15), 20 integrantes da comissão especial do voto impresso se insubordinaram contra o comando bolsonarista e aprovaram uma inusitada auto-convocação do colegiado. 

A comissão tem 34 membros.O plano é submeter à comissão nesta sexta-feira (16) o projeto do deputado Filipe Barros (PSL-PR), que implementa o voto impresso, e derrotá-lo ainda antes do início do recesso, neste sábado, informa a jornalista Malu Gaspar no Globo.

Na sequência deverá ser nomeado um novo relator contrário ao voto impresso em 2022, para produzir um novo documento e enterrar de vez o assunto. 

A auto-convocação contou com a participação de membros de 12 partidos: MDB, PT, PSDB, PDT, Solidariedade, PCdoB, PV, Republicanos, PSOL, DEM, PSD e até o Patriota.  

Na semana passada, Jair Bolsonaro chegou a dizer que “sem voto impresso não terá eleição em 2022”. 

Tais declarações, aliadas à informação de que oficiais de alta patente compartilham da posição de Bolsonaro, levaram os líderes na Câmara dos Deputados a concluir que, se esperassem para decidir a questão depois do recesso, poderiam ser atropelados por alguma ofensiva de ameaças e manifestações bolsonaristas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estamos aguardando seu comentário