27 de julho de 2021

A mamata dos generais no governo Bolsonaro



A mamata não acabou e segue viva dentro das Forças Armadas Brasileiras. Quatro generais da ativa que estão no governo Bolsonaro receberam só no mês de junho mais de R$ 100 mil cada um segundo apuração de Igor Gadelha para o Metrópoles.

O ministro da Defesa, Walter Braga Netto, recebeu R$ 100,7 mil, o general Luiz Ramos, que está deixando a Casa Civil para dar o lugar ao Centrão, de Ciro Nogueira, recebeu R$ 111,2 mil, o vice-presidente, general Hamilton Mourão (PRTB), recebeu em sua conta R$ 107,2 mil, já o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, recebeu R$ 107,2 mil.
Os valores exorbitantes são frutos de uma parcela do 13º salário e pagamentos retroativos desde que o governo Bolsonaro liberou a remuneração acima do teto salarial no fim de abril. A nova regra beneficia servidores aposentados e militares reservistas, que poderão acumular a remuneração pelo cargo que ocupam no governo e a aposentadoria, mesmo que a soma ultrapasse o teto salarial.

Midia Ninja

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estamos aguardando seu comentário