7 de outubro de 2020

Secretário de governo do RN, disse que o pai de Fabio Faria, “raspou” as economias do RN

 Entenda o caso:


A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) decidiu pagar 40% do décimo terceiro dos servidores públicos estaduais no mês de outubro de 200, o que totaliza R$ 180 milhões. O dinheiro cai na conta dos trabalhadores a partir do dia 10 de outubro. Os 60% restantes, o governo assegura pagar até o fim do ano.

Fábio Faria é ministro das comunicações do presidente da república, Jair Bolsonaro, indicado pelo magnata da televisão no Brasil, Silvio Santos, apoiador do presidente. Faria é deputado federal afastado, eleito pelo RN. O pai dele, Robinson Faria, foi governador do RN ( 2015 e 2018).

Nesta semana Fábio Faria decidiu abrir o “bico” para alfinetar sobre o pagamento do décimo terceiro salário dos trabalhadores que será feito pelo governo. A oposição dele é mais um aceno com a possibilidade de disputa ao governo nas próximas eleições.

“Hoje, [a governadora] só está conseguindo pagar a folha, só consegue recursos para [enfrentar] a Covid, devido a Jair Messias Bolsonaro, que é quem ela mais odeia e sobre quem ela mais fala mal. Quem está pagando 40% do décimo [terceiro salário antecipado aos servidores estaduais] é Bolsonaro, porque o dinheiro era para Covid e ela está usando para folha”.

Logo secretários de governo estadual, ajudaram o ministro de Bolsonaro recompor a memória. O primeiro foi o secretário estadual de Planejamento, Aldemir Freire.

“Bem diferente do que ocorreu com a gestão anterior, entre o final de 2017 e 2018 (cujo governador era o pai de Fábio, Robinson Faria), quando o Estado recebeu R$ 400 milhões extras do Governo Federal para a saúde, utilizou para pagar pessoal, deixou de aplicar o mínimo constitucional de 12% e deixou um rombo de R$ 135 milhões no Estado”.

Freire: lembro que o pai de Fábio Faria, quando governador “raspou o tacho do Fundo previdenciário” e “deixou 4 folhas em atraso. Aliás, acho que o deputado deve estar confundindo o governo da professora Fátima com o do pai dele”.

O secretário de Tributação, Carlos Eduardo Xavier, também se pronunciou.

“Quem paga salário de servidor é governo com compromisso! Foi-se o tempo que o fundo previdenciário foi sacado, mais de 750 mi de recursos da repatriação entraram nas contas do RN, o estado batia recorde de arrecadação de ICMS, e os atrasos se acumulavam…”.

Fábio Faria apenas silenciou!

Os recursos públicos, não patrimônios do cidadão que paga impostos elevados. Não pertence aos grupos e partidos políticos ou gestores.

O MP do Rio Grande do Norte denunciou o ex-governador Robinson Faria por desvios e lavagem de dinheiro de R$ 2,7 milhões. Os crimes teriam ocorrido entre 2008 e 2010, quando ele presidia a Assembleia Legislativa do estado.

O ex-governador, do PSD, é acusado no âmbito da Operação Dama de Espadas, que mirou um suposto esquema de rachadinha.

Nesta semana, o Ministério Público revelou que a mãe de Fábio Faria recebeu salário sem trabalhar por 7 anos sem trabalhar. Ela se apropriou indevidamente de R$ 153.433,28 uma vez que não comparecia ao trabalho, o que caracterizaria a figura do “servidor fantasma”. O ministro se manteve em silêncio sobre os escândalos em família.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estamos aguardando seu comentário