21 de setembro de 2019

Para defender vazamento ilegal de áudio entre Dilma e Lula, Deltan articulou nota da ANPR


Em março de 2016, para defender a ação do juiz Sergio Moro, que tornou públicos áudios de conversas entre a então presidente Dilma Rousseff e seu antecessor Lula, o procurador Deltan Dallagnol ajudou o presidente da Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) à época, José Robalinho Cavalcanti, a regidir a nota publicada pela associação, que também contou com palpites do próprio Moro. A revelação foi feita neste sábado (21) em mais uma reportagem da Vaza Jato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estamos aguardando seu comentário