24 de julho de 2020

Presidente do Banco do Brasil pede demissão sem conseguir privatizá-lo

O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes
 O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, decidiu renunciar ao cargo nesta sexta-feira (24) e já encaminhou uma carta de demissão a Jair Bolsonaro e ao ministro da Economia, Paulo Guedes.
O economista deixa o posto sem conseguir privatizar o banco, missão dada a ele por Paulo Guedes.

O Banco do Brasil comunicou que o "Sr. Rubem de Freitas Novaes entregou ao Exmo. Sr. Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro e ao Exmo. Ministro da Economia, Paulo Roberto Nunes Guedes, pedido de renúncia ao cargo de presidente do BB, com efeitos a partir de agosto, em data a ser definida e oportunamente comunicada ao mercado, entendendo que a Companhia precisa de renovação para enfrentar os momentos futuros de muitas inovações no sistema bancário”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estamos aguardando seu comentário