29 de julho de 2020

Bolsonaro veta projeto que dava preferência às mães no pagamento do auxílio emergencial


Jair Bolsonaro e Fila na Caixa Econômica Federal
247 - Jair Bolsonaro vetou integralmente o projeto de lei aprovado por parlamentares do Congresso Nacional que dava preferência às mulheres no pagamento de R$ 1.200 do auxílio emergencial na pandemia do coronavírus. Homens ou mulheres chefes de família poderiam solicitar uma cota dupla para trabalhadores informais, que é de R$ 600. Mas, de acordo com algumas denúncias, homens que não sustentam a família ou separados estavam se aproveitado para receber o valor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Estamos aguardando seu comentário