9 de maio de 2018

EM CARTA, LULA DEFENDE GLEISI E REAFIRMA CANDIDATURA

"Se eu aceitar a ideia de não ser candidato, estarei assumindo que cometi um crime. Não cometi nenhum crime. Por isso sou candidato até que a verdade apareça e que a mídia, juízes e procuradores mostrem o crime que cometi ou parem de mentir", diz o ex-presidente, em carta endereçada à presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR); carta é divulgada em meio a críticas feita por Ciro Gomes a Gleisi, quando o pré-candidato do PDT disse ter "pena" dela; já Gleisi disse que Ciro não passava no PT nem "com reza brava".
247