22 de outubro de 2017

ODEBRECHT PAGOU PROPINA À CÚPULA DO PMDB, MOSTRAM ARQUIVOS


A Procuradoria-Geral da República encontrou, no sistema eletrônico da Odebrecht, arquivos originais que mostram pagamento de propina a caciques do PMDB; a PGR localizou ordens de pagamentos e descartou fraudes na criação dos arquivos, que indicam os nomes do ministro Eliseu Padilha (Casa Civil) e do ex-ministro Geddel Vieira Lima como beneficiários; os nomes dos dois peemedebistas estavam em uma planilha no sistema da Odebrecht que os associa aos codinomes "Fodão" e "Babel", respectivamente; análise da PGR também encontrou arquivos originais com programações de pagamentos para o ministro Moreira Franco (Secretaria-Geral) e os ex-deputados Eduardo Cunha (RJ) e Henrique Alves (RN), todos do PMDB; para investigadores, a importância dos arquivos reside no fato de mostrar que foram criados e modificados na época dos repasses delatados, e não forjados recentemente.
247