18 de outubro de 2017

CARDOZO: MÍDIA ESCONDEU QUE GOLPE FOI COMPRADO POR EDUARDO CUNHA

Ex-ministro da Justiça e advogado da presidente deposta Dilma Rousseff, José Eduardo Cardozo criticou o comportamento da mídia brasileira, que tem ignorado o depoimento em que o doleiro Lúcio Funaro como o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha comprou votos de deputados no impeachment de Dilma; ""É como se quisessem esconder essa podridão debaixo do tapete, vamos só registrar que ela existe. Estamos diante de um impeachment presidencial em que alguém disse que houve compra de votos. Isso era para manchetes principais dos telejornais", disse; Cardozo confirmou a juntada da delação de Funaro aos autos do mandado de segurança que será julgado pelo STF, pedindo a anulação do impeachment. 
247