14 de julho de 2017

ENGANAM-SE OS QUE VIBRAM COM A CONDENAÇÃO DE LULA

O ex-governador do Rio Grande do Sul Tarso Genro criticou aqueles que comemoraram a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelo juiz Sérgio Moro; Tarso destacou as ilegalidades no processo e a inexistência de provas contra Lula; "Não tinha provas para condenar, nem testemunhais nem documentais. Basta ler a sentença, para ver que ela é uma superposição de conjeturas, não uma peça jurídica"
"A sentença do juiz federal Sérgio Moro condenando o ex-presidente Lula não surpreendeu nenhum brasileiro. Mesmo sem a existência de provas, a certeza em relação ao posicionamento do magistrado era fruto de sua atuação no cenário político. Além disso, as ilegalidades no processo evidenciavam que a convicção já estava firmada", escreveu Tarso.