11 de julho de 2017

CLT PODE SER MORTA NESTA TERÇA POR UM GOVERNO ILEGÍTIMO


Único ocupante da presidência na história do Brasil denunciado por corrupção no exercício do cargo, além de ter chegado ao poder por meio de um golpe parlamentar, Michel Temer pode enterrar a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), se o Senado aprovar a reforma trabalhista proposta por seu governo; nesta segunda-feira 10, a OIT (Organização Internacional do Trabalho) divulgou um documento em que condena a proposta de reforma, destacando que ela fere convenções brasileiras; na véspera da votação, manifestantes foram às ruas na Avenida Paulista em protesto contra a retirada de direitos trabalhistas; confira quais são as principais medidas